Sindicato dos Comerciários do ABC e Sincopeças assinam Convenção Coletiva de Trabalho 2017/2018 e 2018/2019

Por
Atualizado em: 26 de fevereiro de 2019

O Sindicato dos Comerciários do ABC junto ao Sincopeças celebraram essa semana o fechamento de duas Convenções Coletivas de Trabalho, a de 2017/2018 que trouxe um percentual de reajuste de 3% contra uma inflação de 1,63% em que as diferenças salariais serão pagas a titulo de abono. E a 2018/2019 com um dissídio de 4,70%, um aumento acima da inflação de 3,97% (INPC).
Ambas serão pagas em quatro parcelas na folha de pagamento dos meses de Fevereiro, Março, Abril e Maio/2019 e junto com este valor também estará  as diferenças nas férias e 13º salário.
Além de ter ficado definido a concessão desses reajustes a CCT trouxe aspectos inéditos nas cláusulas acordadas, como, mudanças na disposição das folgas compensatórias pelo trabalho aos domingos e feriados.
Agora, a cada dois domingos trabalhados se seguirá um domingo de descanso, devendo a empresa respeitar ainda a escala de 6X1, ou seja, a cada seis dias trabalhados se seguirá um dia de descanso.
Além disso, quem trabalhar no feriado será remunerado com 100% e a cada dois dias trabalhados o comerciário terá direito ao acréscimo de um dia nas férias, não é permitido jornada maior que 8 horas.
O presidente do SEC ABC, Ademar G. Ferreira, destaca que com a definição do dissídio se cumpriu não só o objetivo de atualizar anualmente o salário, mas também a manutenção das conquistas sociais e que elas não irão parar por aí. “Conquistamos um aumento de quase 5% e vamos continuar em cima, para que nos próximos anos a luta seja ainda maior e melhor.”
O SEC ABC ressalta que essa negociação é um importante ganho para os empregados do setor, principalmente diante do atual cenário econômico, o que reforça a necessidade e empenho das representações às categorias na definição de questões essenciais às relações de trabalho.
“Uma diretoria unida e que pode contar com o apoio dos seus associados consegue ir muito além e conquistar muito mais direitos. Precisamos de vocês ao nosso lado para lutar por mais e novas reivindicações” declara o diretor Daniel Dias.
PISOS SALARIAS
Empregados em geral……………………………………………………………………………….. R$ 1.452,00
Office-boy, faxineiro, copeiro e empacotadores em geral………………………………….R$ 1.161,00
Operador de caixa……………………………………………………………………………………R$ 1.501,00
Garantia do Comissionista……………………………………………………………………….R$ 1.738,00

BENEFÍCIOS
– Estabilidade após retorno de férias de 30 dias;
– Garantia de emprego de um mês após retorno do auxílio doença;
– Garantia de emprego à gestante de 75 dias após o término da licença maternidade;
– Garantia de emprego e/ou salário ao empregado em idade de prestação de serviço militar;
– Garantia ao comerciário em vésperas de aposentadoria;
– O trabalhador receberá por feriado trabalhado o valor de R$ 28,00 a título de refeição e vale- transporte;
– A mãe comerciária terá direito a 15 faltas por ano, no caso de consulta médica o filho menor de 14 anos ou inválido, ou incapaz, mediante comprovação, por atestado médico;
– Ausências justificadas: o comerciário poderá deixar de comparecer ao serviço, sem prejuízo do seu salário e de direito às férias;
– 02 dias úteis, em caso de falecimento do cônjuge, ascendente, descendente, irmão, sogro ou sogra, ou de pessoa declarada em sua ctps que viva sob sua dependência econômica;
– 03 dias úteis consecutivos, em virtude de casamento;
– 01 dia, em caso de internação hospitalar, devidamente comprovada, do cônjuge, companheiro ou companheira designado na ctps, ou filho menor de 14 (quatorze) anos de idade ou incapaz;
– 02 dias para acompanhar consultas médicas e exames complementares durante o período de gravidez de sua esposa ou companheira;
– 02 dias por ano para acompanhar pessoa idosa, acima de 60 anos, que viva sob sua comprovada dependência, em consultas médicas, exames ou internação, mediante a atestado médico cuja veracidade poderá ser verificada pela empresa;
 DIA DO COMERCIÁRIO
– 02 (dois) dias da sua respectiva remuneração mensal auferida no respectivo mês de outubro/2019;
– O comissionista fará jus, no mês de outubro, ao acréscimo de DSR em sua remuneração, respeitadas as proporcionalidades acima, referente à gratificação do “Dia do Comerciário”;
– Fica facultado ao comerciário, de comum acordo com a empresa, converter à gratificação em descanso, durante a vigência da presente convenção;
AUXÍLIO FUNERAL
– Na ocorrência de falecimento do empregado, as empresas indenizarão o beneficiário com valor equivalente ao respectivo salário normativo, conforme valores e condições estabelecidos nas cláusulas relativas aos pisos salariais;
CARTA AVISO DE DISPENSA
– O comerciário dispensado sob a alegação de prática de falta grave deverá ser avisado do fato, por escrito e contra recibo;
– Multa de 1% por dia de atraso no pagamento de salários;
– Horas extras de 60% sobre a hora normal, limitada a 2 horas por dia;

SEC ABC – Sindicato Trabalhando por Você!