As dificuldades do trabalhador viram samba nas mãos do poeta Paulinho da Viola

Por
Atualizado em: 26 de abril de 2019

Esta música fala sobre a desvalorização do trabalho. Trabalho pesado: “carregar pedra”; exploração da mão de obra: “o serviço não está rendendo”; e baixa remuneração: “Trabalhar por tão pouco dinheiro”. Com o desemprego em alta, muitos, sem opções, se submetem à estas más condições. Se a maré tá ruim qualquer emprego serve. Mas se tem trabalho pra todo mundo, dá pra recusar e até pedir aumento. As dificuldades do trabalhador viram samba nas mãos do poeta.
Que Trabalho é Esse?
(Composição: Paulinho da Viola/1982)
Intérprete: Paulinho da Viola

Que trabalho é esse
Que mandaram me chamar
Se for pra carregar pedra
Não adianta, eu não vou lá

Quando chego no trabalho
O patrão vem com aquela história
Que o serviço não está rendendo
Eu peço minhas contas e vou-m’embora
Quando falo no aumento
Ele sempre diz que não é hora
Veja só meu companheiro
A vida de um trabalhador
Trabalhar por tão pouco dinheiro
Não é mole, não senhor
Pra viver dessa maneira
Eu prefiro ficar como estou
Todo dia tudo aumenta
Ninguém pode viver de ilusão
Assim eu não posso ficar, meu compadre
Esperando meu patrão
E a família lá casa sem arroz e sem feijão
Como é que fica!
É mestre Madeira
Só ficou faltando você
E aquele Adolfo
E aquele sapateado
E aquele sorriso, né?
Mas não tem nada, não…

Fonte: https://memoriasindical.com.br/